Tarte de Limão Merengada em Base de Chocolate

Parece impossível. Há quase 3 meses que não aparecia por estas bandas. E, verdade seja dita, não tenho feito grandes aventuras culinárias.
Por estes dias vi duas receitas de tartes de limão que me pareceram bem… mas pareceu-me ainda melhor misturar o que cada uma delas tem de melhor. E assim fiz.

A massa veio daqui:

Massa:
175 g de farinha de trigo
25 g de cacau
25 g de açúcar em pó
125 g de manteiga fria aos cubinhos
1 gema grande
2 colheres de sopa de água fria
Uma pitada de sal
75 g de chocolate ralado com um mínimo de 60% de cacau

Misturar os ingredientes secos.
Juntar a manteiga e fazer migas com a ponta dos dedos.
Juntar a gema e a água e misturar até que fique homogéneo.
Refrigerar a massa envolta em filme por 1 hora.
Estender a massa e forrar uma tarteira de 23 cm de diâmetro.
Picar a massa com um garfo, tapar com filme e refrigerar 2 horas no mínimo ou toda a noite.
Pré-aquecer o forno a 200ºC.
Tapar a massa com papel de alumínio e espalhar algumas leguminosas ou pesos sobre o papel.
Cozer por 15 minutos.
Retirar o papel de alumínio e cozer por mais 5 minutos.
Baixar a temperatura do forno para 170ºC.
Tirar do forno a massa e espalhar o chocolate ralado por cima.

Devo dizer que adorei esta massa. Fi-la no robot de cozinha, e correu muito bem. Ficou saborosa e fácil de estender, além de levar menos manteiga do que outras massas de tarte, o que é sempre um bónus. Vou passar a usar esta base como receita-tipo para as minhas tartes doces.

Depois, a vez do recheio, que veio daqui:

Ingredientes para o Recheio:
1 Lata de Leite Condensado
3 Gemas
100ml a 150ml de Sumo de Limão
.
Ingredientes para o Merengue:
3 ou 4 Claras
3 Colheres de Sopa de Açúcar

Para o recheio é só misturar a lata de leite condensado com as gemas e o sumo de limão e espalhar por cima da massa.

Para o merengue batem-se as claras em castelo até fazerem picos suaves e nessa altura é que se começa a juntar o açúcar em chuva até formar o merengue.

Agora há 2 hipóteses, ou já se cozeu a tarte antes e o merengue é posto em cima e vai só ao forno a alourar (uns minutos a 200º) ou coloca-se o merengue sobre o creme ainda em cru e vai ao forno até estar tudo cozido (mais ou menos uns 20 minutos também a 200º).

E ficou uma tarte linda e deliciosa, o híbrido que nasceu destas duas receitas! Depois ponho fotos. Sem dúvida, uma tarte a repetir.

Boa Páscoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s